PUBLICIDADE

– INVISÍVEL

Time SP conquista uma a cada três medalhas de ouro do Brasil no Parapan

O Brasil conquistou a 1ª colocação no quadro geral de medalhas do Jogos Parapan-Americanos de Santiago 2023, que se encerraram no último dia 27, com o total de 343 medalhas. Foram 156 ouros brasileiros, dentre os quais, 55 foram conquistados por atletas integrantes do Time São Paulo Paralímpico, equipe da Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) – o equivalente a 35% do total.

No quadro geral, o Time SP conquistou 98 medalhas neste Parapan – quase 30% do total de 343.

Caso o Time SP fosse considerado um competidor independente no quadro de medalhas da competição no Chile, os 55 ouros alcançados colocaria a equipe em 2° lugar no ranking, junto com os Estados Unidos.

O número de medalhas de ouro do Time SP é superior ainda à somatória de México e Argentina, 4° e 5° lugares no ranking, com 29 e 25 medalhas, respectivamente. O Time SP ganhou ainda mais medalhas de ouro que a Colômbia (50), 3º lugar no ranking.

Veja os destaques de cada modalidade em que os atletas apoiados pelo Governo do Estado de São Paulo foram campeões parapan-americanos:

DownloadA esquerda Talisson Glock e Phelipe Rodrigues, e a última a direita Cecília Kethlen Jeronimo de Araújo

(Foto: Ana Patrícia/CPB)

Natação 
Foi nas piscinas que o Time São Paulo Paralímpico mais conquistou medalhas de ouro, com o destaque para Ana Karolina Soares. A atleta da classe S14 foi quem mais subiu ao topo do pódio na equipe paulista, ao obter quatro ouros.

E a nadadora Cecília Kethlen Jeronimo de Araújo foi quem mais conquistou medalhas no geral, foram 1 de bronze, 2 de prata e 3 de ouros, com destaque para a conquista do revezamento de 4×100, vencido ao lado dos também patrocinados por SP, Talisson Glock e Phelipe Rodrigues.

Também houve um recorde parapan-americano nas piscinas – Esthefany De Oliveira Rodrigues bateu a marca na conquista dos 50 m borboleta da classe S5.

Atletismo 
Nas modalidades do atletismo, o Time SP bateu recordes do Parapan e até mundiais. Um deles foi conquistado por Samuel Conceição, que ao conquistar os 400m, conseguiu o melhor tempo da história da classe T20. O outro recorde mundial foi alcançado por Elizabeth Gomes da classe F53, no lançamento de disco.

Jerusa Geber também foi destaque deste Parapan, ao conquistar três ouros da classe T11, um deles no revezamento 4×100 junto com Marcelly Vitoria Pedroso, companheira do Time São Paulo.

Tênis de mesa 
Com 3 medalhas de ouro, Danielle Rauen se destacou neste Parapan – conquistou de forma individual na classe 9, em duplas, mista e na classe WD14-20, ao formar uma dupla do Time SP com Jennyfer Parinos.

Bocha 
Um dos paratletas brasileiros mais consolidados no país, Maciel Santos trouxe para São Paulo duas medalhas de ouro, uma individual na classe BC2 e outra em equipes entre as classes BC1 e BC2, conseguindo, assim, lugar nos Jogos Paralímpicos de Paris no ano que vem.

Ciclismo 
Os atletas Sabrina Custódio e Lauro Chaman obtiveram as medalhas de SP no ciclismo nestes Jogos Parapan-Americanos. Enquanto Lauro conseguiu 1 ouro e 2 pratas, Sabrina conseguiu, além de sua medalha de prata, um recorde parapan-americano na categoria C1-5 dos 500m contrarrelógio.

Judô
Na tradicional arte marcial no Brasil, foram quatro medalhas levadas por atletas apoiados pelo Governo de São Paulo, as duas de ouro conquistadas por Harlley Damião Pereira Arruda, na classe até 73kg, e Lucia da Silva Teixeira Araujo, em até 57 kg.

Halterofilismo, Goalball e Taekwondo 
Mariana D’Andrea do Time São Paulo Paralímpico foi uma das responsáveis por carregar a bandeira do Brasil na abertura dos Jogos Parapan-Americanos de 2023, e ela cumpriu as expectativas ao conquistar o ouro em levantamento de peso da classe de até 73 kg.

O único atleta de Taekwondo convocado do Time SP foi Nathan Torquato, e o atual campeão paralímpico conseguiu o bicampeonato do Parapan dentre os atletas com até 63 kg.

Time SP

O Time SP foi criado Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) em parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), e, em 2023, conta R$ 6 milhões de investimento da SEDPcD direcionados a 106 atletas de 14 modalidades, que têm representado o Estado e o país em campeonatos nacionais e mundiais ao longo do ano. Deste total de atletas, 61 integraram a delegação brasileira nos Jogos Parapan-Americanos.

A próxima edição dos Jogos Parapan-Americanos será em Barranquila, na Colômbia, em 2027. Em 2024, acontecerão os Jogos Paralímpicos de Paris, que também contarão com a presença de atletas do Time São Paulo.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

O post Time SP conquista uma a cada três medalhas de ouro do Brasil no Parapan apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.