PUBLICIDADE

São Paulo / Saúde

A falta de 2ª dose da vacina AstraZeneca afeta 51% das 468 Unidades Básicas de Saúde da cidade de São Paulo

Segundo informou o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.
De acordo com Aparecido,  (😎, todas as unidades registravam cerca de 38 mil doses de AstraZeneca para a aplicação da segunda dose.
O secretário alega que o problema ocorre após Ministério da Saúde descumprir cronograma de entrega de lote para segunda dose, o que provocou desabastecimento.
A Secretaria calcula que sejam necessárias pelo menos 80 mil doses para completar o esquema vacinal da população.
Entretanto, Aparecido afirma que não há perspectiva para que a secretaria Municipal da Saúde receba novas doses de AstraZeneca do governo do estado, que, por sua vez, apenas distribui os imunizantes enviados pelo Ministério da Saúde.
Hoje (3), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) anunciou que vai ficar duas semanas sem entregar doses de AstraZeneca para o Ministério da Saúde.
A paralisação temporária da entrega pode prejudicar quem está para completar o ciclo vacinal.
Houve atraso na entrega do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), que é o componente usado para fabricar a vacina. O composto é importado da China.
(📸: reprodução)