PUBLICIDADE

São Paulo / Saúde

Tecnologia: os benefícios de se fazer exames em casa

CEO Fábio Alonso

Uma das melhores vantagens dos avanços da tecnologia é a praticidade que ela pode proporcionar: realização de diversas tarefas do dia a dia, no conforto de casa, como fazer compras por meio de Apps. E no setor de Saúde não é diferente. Desde 2020, com o início da pandemia, a busca pela assistência domiciliar aumentou em 35%, segundo o Núcleo Nacional de Empresas de Serviços de Atenção Domiciliar (Nead). Nesse foco, o Laboratório Contraprova, localizado em Niterói, acaba de lançar o serviço Contraprova em Casa.

O objetivo é oferecer um atendimento personalizado e humanizado para todos que dispensam burocracia, filas e perda de tempo na hora de realizar exames clínicos. São mais de 400 exames disponibilizados, com atendimento no Rio de Janeiro e em Niterói. Em um cenário de aumento de casos de Covid -19, a possibilidade de realizar exames sem a necessidade de exposição a uma possível contaminação, torna-se uma vantagem ainda maior.

Com isso, além da tradicional especialização em exames toxicológicos, na qual é referência em 13 anos de atuação, agora o Contraprova leva sua expertise para o mercado de exames clínicos, inclusive com testes para detecção de covid-19, tudo realizado em domicílio.

Outra vantagem é que não existe custo adicional, ou seja: não há cobrança de taxa. A empresa oferece ainda uma promoção de lançamento com 30% de desconto em todos os exames.

Para aderir ao serviço basta acessar o site www.contraprovadiagnosticos.com.br, fazer o cadastro e baixar o aplicativo. O cliente envia seu pedido médico e a empresa retorna com o orçamento e as melhores datas e horários para o agendamento. A equipe do laboratório vai até a casa do cliente no dia e horário combinados.

Um projeto que une tecnologia e saúde sob medida para esses tempos pós-pandemia, em que a telemedicina ampliou sua atuação. “É um grande portal de serviços de saúde na palma da mão”, ressalta o farmacêutico Fábio Alonso, CEO do Contraprova.