PUBLICIDADE

televisão

Erika Schneider fala sobre o corpo e redes sociais: ‘Não quero fazer apologia à magreza’

A influenciadora e modelo não é daquelas que sofre se não for para academia

Sucesso no Instagram, com quase 900 mil seguidores, Erika Schneider diz que toma muito cuidado ao falar sobre o corpo nas redes sociais.

“Não quero fazer apologia à magreza. O que gosta de estimular é as pessoas a adotarem hábitos saudáveis. E eu sei que muitas, mesmo malhando e tendo uma alimentação saudável, não vão conseguir ter o corpo daquela influencer que afirma que: ‘se eu consigo, você também pode’. É preciso muito cuidado ao falar do corpo, porque pode afetar o psicológico de muita gente”, afirma.

 

Erika diz que tem um metabolismo acelerado e uma genética que a permite ter o shape sarado sem muitos sacrifícios.

“Não digo que é um privilégio, mas uma característica. O importante é ter um estilo de vida mais saudável e se amar da maneira que você é”, disse.

A ex-bailarina do “Domingão do Faustão” prática exercícios, mas não é daquelas que fica horas na academia.

“Se tem um dia que não posso ir, não fico me culpando. Além disso, vivo uma fase em que estou me permitindo mais”, conclui.

 

Fotos: Andréia Benitezz (Divulgação)