PUBLICIDADE

São Paulo / Polícia

A Polícia Civil prendeu na terça-feira (28) ao menos dez jovens de bairros nobres de São Paulo

A Polícia Civil prendeu na terça-feira (28) ao menos dez jovens de bairros nobres de São Paulo e da região metropolitana durante operação contra o tráfico de drogas.
Segundo a investigação, feita pelo Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), eles são suspeitos de integrar uma quadrilha que usava as redes sociais para vender ‘geleia de maconha’, ecstasy, cocaína e haxixe para jovens de classe média alta em festas universitárias fechadas.
As drogas foram apreendidas com dinheiro da venda dos entorpecentes, algo em torno de R$ 10 mil.
Os eventos eram clandestinos, já que aglomerações de pessoas estão proibidas pelo governo estadual por causa da pandemia de Covid. Segundo policiais, foi a primeira vez que eles apreenderam maconha. pastosa. Ela é consumida como alimento.
Também foram cumpridos 36 mandados de busca e apreensão nas residências e endereços dos investigados na capital paulista e Grande São Paulo.O Denarc apreendeu as drogas nesses locais.
Alguns dos suspeitos foram detidos em bairros de alto padrão, como Higienópolis, no Centro de São Paulo, e em Perdizes e Pinheiros, na Zona Oeste da cidade.
Das dez pessoas detidas, sete continuavam presas até a última atualização desta reportagem. Elas foram indiciadas por tráfico de drogas e poderão responder por formação de quadrilha.
As outras três acabaram soltas pela polícia para responderem ao mesmo crime em liberdade.
(📸: reprodução)