PUBLICIDADE

Edição Mensal

Leão Lobo: “Hoje se compram informações. Acredito na imprensa que vai atrás e tem fontes confiáveis.”

Ele tem duas feras no nome, já tirou o sono de muita gente famosa e diz uma frase que virou febre na mídia nacional. Com a assinatura “Dignidade, já”, Leão Lobo conquista amigos e, às vezes, alguns desafetos, mas como dizem por aí, são ossos do ofício, ainda mais quando a vocação se refere ao mundo televisivo. Escritor, jornalista, apresentador e ator, Leão afirma que dá sim para ter amizade com celebridades, basta que ambas as partes tenham ética e respeito, é claro. Atualmente contratado pela TV Gazeta como colunista do Revista da Manhã e apresentador do Fofoca Aí, ele se diz à vontade. “A Gazeta é minha casa. Estou muito à vontade e amo meus atuais colegas. A maioria já amava há muito tempo. E o Arthur (Tutu) foi amor ao primeiro ao vivo. Kkkk”, brinca.

Filho e irmão de jornalistas, Leão Nicola Lobo fez uma breve passagem pelo teatro em 1973 na peça “O Jardim dos Amores”, antes de começar a atuar como jornalista no ano seguinte no Jornal do Bairro, de São Paulo. A partir daí a trajetória é longa pelos principais veículos paulistas como o Jornal da Tarde e a Folha da Tarde. Em 1990 estreou como colunista do “Mulheres”, na TV Gazeta. Em 1991 foi convidado pelo SBT para ter um quadro de celebridades no “Aqui Agora”. Saiu do telejornal em 1996 para apresentar até 2000, o programa de entrevistas “Programa Leão Lobo”, na Rede Mulher. No período de 2000/2001, Leão, junto com a apresentadora Claudia Pacheco, apresentou o programa “Arroz, Feijão e Fofoca”, na Gazeta, onde, como sempre, contava a vida das celebridades. Entre 2001 e 2003, já na Band, apresentou o programa “Melhor da Tarde” junto à Astrid Fontenelle e Aparecida Liberato. De 2004 a 2007, Leão teve um programa solo na emissora, o “De Olho nas Estrelas”, que repercutia as novidades da televisão em geral. Entre 2007 e 2008 comandou seu último trabalho na Band, o “Atualíssima”. Em 2009, transferiu-se para a CNT, onde apresentou o “Notícias e Mais”, com Celso Russomanno. Em 2014, retornou à TV Gazeta como colunista do “Revista da Cidade”, no qual fazia a cobertura das notícias das celebridades ao lado da apresentadora Regiane Tápias. Em 2016 assinou com o SBT para apresentar “Fofocando” ao lado de outros apresentadores, que teve seu nome alterado para “Fofocalizando”. Entre 2013 e 2020 também foi jurado do quadro “Dez ou Mil”, do “Programa do Ratinho”, também do SBT.  Tivemos um bate papo gostoso com o pai da Ana Beatriz e vovô da Laura, sim, ele é duplamente coruja (fala primeiro da filha com o maior orgulho do mundo e baba com as descobertas da neta e nesse novo papel de ser avô). Só faltou a gente perguntar se é verdade que os avós estragam os netos, mas claro que ele vai afirmar que sim, né?