PUBLICIDADE

São Paulo / Esporte

É verde e amarelo nos gramados: Brasil arrasa a Suíça e se garante nas oitavas de final da Copa do Catar 

Foto: divulgação

  E tem verde e amarelo nos gramados! No segundo jogo do Mundial da FIFA, no Catar, o Brasil arrasou a adversária e levou vantagens para o ranking, do Grupo G, do Campeonato. Em cima da Suíça, fez 1×0 e com isso, segue, rumo às oitavas de final, com seis pontos, o que o permite, por hora, alimentar o sonho do Hexa. A conquista do resultado aconteceu a pouco no 974 Stadium, que é chamado desse jeito por ser o número da quantidade de containers usados em sua construção. 

  A partida trouxe Fred (Camisa 8) e Éder Militão (Camisa 14), que substituíram Neymar e Danilo, mediante às sofridas lesões nos tornozelos (Neymar – direito / Danilo – esquerdo). Após a execução do hino nacional, início oficial. Até os 2’ 1T, duas faltas para o BRA, com Vinícius Júnior: uma no campo adversário e outra na lateral esquerda. As duas equipes persistiram e queriam vencer, a todo instante. 

 Aos 12’, o Brasil se esforçou, mas não conseguiu. Naquele momento, o maior desejo do público, in loco ou de casa, era soltar o grito de vitória. No entanto, “BRASIL! BRASIL! BRASIL!”, soado nos quatro cantos do 974. Aos 27’, quase as comemorações vieram com a tentativa de Raphinha (BRA), que acabou se deparando com a defesa da rival. 41’. Naquele momento, o Brasil possuía 53,5% da posse de bola, enquanto a Suíça, 46,5%. Aos 44’, surpresa: queda de energia. Aos 45’, tudo normal. Fim do 1T. 0 Brasil x 0 Suíça. 

  Quando o 2T começou, o Brasil apresentou mudanças: Rodrygo ocupou o espaço de Lucas Paquetá. Aos 5’, cartão amarelo para a Suíça, com Fabian Rieder. E aos 7’, o mesmo para Fred (BRA). Aos 13’, Fred dá lugar a Breno Guimarães (BRA), Rubén Vargas a Edmilson Fernandes (SUI) e Fabian Rieder, a Renato Steffen. Aos 18’, a seleção de Tite alimentou a esperança com 1×0. Todavia, não valeu, de acordo com uma decisão do VAR (arbitro de vídeo). A disputa está como antes: 0 Brasil x 0 Suíça. Não demorou e GOOOLLLLLLLLL. Casemiro sacode a plateia aos 37′. O tempo passou.  6’ de acréscimos e finalizou. Brasil 1×0 Suíça.