PUBLICIDADE

música

Boca Nervosa convida Papa Francisco para tomar cachaça

A afirmação a um sacerdote brasileiro que o problema do Brasil é “muita cachaça e pouca oração”, o papa Francisco ganhou um samba em resposta que despertou a atenção e aplausos dos brasileiros. Conhecido como um dos principais compositores do samba brasileiro, o paulista Boca Nervosa, não perdeu tempo para compor uma canção para seu vasto repertório de paródias especiais.

“O papa falou, que o Brasil não tem mais solução. Disse que é muita cachaça e pouca oração. Santidade, eu discordo do que o senhor tá falando. No Brasil nós bebe cachaça, mas oferece para o santo’, canta o sambista, na primeira parte da música. Segundo o compositor, a resposta desagradou a muitos brasileiros e não condiz com a postura de um líder religioso. “Se partirmos do pressuposto que toda brincadeira tem seu tom de verdade, é muito triste ver que um pontífice tem essa imagem do país que tem um povo sofrido e que busca momentos de diversão para enfrentar o dia a dia”, explica.

O cantor que já compôs músicas sobre escândalos da política brasileira entende que esse é o jeito do pontífice e brinca: “Sua benção Papa Francisco. É bom que tudo acaba em samba, o nosso jeito brasileiro de ser feliz. E, claro que uma boa oportunidade para uma boa cachaça. Então vamos é sambar.”.

Confira a letra do samba