PUBLICIDADE

São Paulo / Esporte

A concessionária do estádio do Pacaembu anunciou que completou a demolição da arquibancada sul

A concessionária do estádio do Pacaembu anunciou nesta terça-feira (30) que completou a demolição da arquibancada sul, conhecida como tobogã, e que firmou parceria com uma rede de hotéis para ocupar dois andares do futuro prédio do local.
A demolição virou polêmica em janeiro de 2020, logo depois que a concessionária Allegra Pacaembu assumiu a gestão do complexo e informou que construiria um prédio comercial no lugar, com cinco andares, quatro subsolos, lojas, restaurantes e anfiteatro.
A associação de moradores Viva Pacaembu havia recorrido à Justiça na tentativa de impedir a obra, mas o pedido foi negado porque a arquibancada não faz parte da estrutura original do estádio e, diferentemente do que os frequentadores acreditavam, não integra o patrimônio histórico.
Nesta manhã, com a demolição concluída, representantes da Allegra Pacaembu estiveram no complexo acompanhados do prefeito Ricardo Nunes (MDB), e anunciaram mais detalhes do futuro prédio.
De acordo com eles, dois andares do local terão acomodações da Universal Music Hotels, a nova rede hoteleira que é um braço da gravadora de mesmo nome. O contrato de parceria é de 20 anos e a expectativa dos envolvidos é a de transformar o complexo em um “centro de experiências e entretenimento”.
(📸: reprodução)